quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Estamos no ano de implantação do eSocial, será que posso contar com a prorrogação de prazo?

O eSocial teve sua primeira versão do MOS lançada em 2013, já passou algum tempo e por isso caiu um pouco no descrédito das empresas e profissionais que atuam na área de recursos humanos. 

É sabido que este assunto não veio à tona somente em 2013, desde 2010 temos informações acerca deste assunto!

A pergunta que temos de fazer: - nós podemos dizer que não houve nenhuma ação, mudança de paradigmas, revisão de processos e legislação porque não sabemos de prazos e informações?!

- Temos fatores internos e externos que impactam neste projeto do eSocial, sobre o interno temos controle e devemos ajustar, sem pensar em prorrogação no cronograma do eSocial. Se algo não está adequado com a legislação, já estamos em dívida com o fisco.

Destaco aqui, vários fatores internos que impactam nas rotinas e, com ou sem eSocial devem ser revistos, como:
  •      Os cálculos aplicados nas folhas de pagamento, férias, rescisões e 13º salário devem estar de acordo com a legislação vigente.
  •      A apuração do ponto também é importante, devemos observar cálculos, riscos trabalhistas, reclamações trabalhistas e lançamentos na folha de pagamento. Tudo isso deve estar alinhado com a legislação.
  •       As informações do PPRA, PCMSO e PPP estão todas corretas? Cumprimos os prazos estabelecidos para renovação destes? E os ASOS acontecem nos prazos que deveriam acontecer? Onde estão estas informações? Em planilhas? Com terceiros ou num sistema?
Agora, faço a pergunta: - basta ter um bom sistema para controlar, calcular e transmitir estas informações?!

- Não basta! Precisamos sim, de um ótimo sistema que seja o nosso apoio e que nos dê segurança, mas é necessário auditar, conferir e agir de forma estratégica.

Não espere somente pelo sistema!

Não culpe a não prorrogação do cronograma do eSocial!

FAÇA A SUA PARTE!

Os fatores externos são os que não possuímos domínio: prazos, alteração de layout, ambiente teste, etc. Se tivermos os fatores internos sob controle, tudo ficará mais fácil e será tranquila a transição para o novo formato proposto para o envio das informações.

Desafio você a cuidar dos fatores internos e trabalhar a maturidade dos processos!



Sucesso!

 Marta Pierina Verona - Consultora de aplicação da Metadados, empresa especializada em softwares para gestão de recursos humanos. Pós-Graduada em Direito do Trabalho pela UNISINOS e Graduada em Gestão de Pessoas pela UCS. Membro do conselho de clientes da GIFUG/PO representante da empresa Metadados. Possui mais de 20 anos de experiência na área de recursos humanos e atua com consultoria de implementação de software e palestrante sobre o tema eSocial. Professora nos cursos de extensão na Unisinos sobre o tema eSocial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Empresas do Grupo 2: Vamos desvendar agora, os prazos dos eventos que fazem parte da segunda fase do eSocial

Olá Os eventos não periódicos que fazem parte da segunda fase estão elencados no artigo  Empresas do Grupo 2: Você está preparado p...